Se nos Estados Unidos a técnica do Beat Box se tornou popular pelas performances de artistas como Doug E. Fresh e mais recentemente por Rahzel, fazendo simulações dos grandes hits do Rap utilizando apenas a boca, no Brasil temos o Fernandinho para incorporar a essa manifestação urbana os elementos do Samba, do Baião, bem humoradas campainhas de celular e até mesmo melodias de gaita.

Sua originalidade fez com que ultrapasse as barreiras do Rap para gravar com artistas de outros gêneros como: Marisa Monte, Fernanda Abreu, Elza Soares, Instituto e BiD. Gravou estúdio Coca-Cola com Lenine. Já se apresentou ao lado de artistas como Seu Jorge, Wyclef Jean (do Fugees), Gabriel o Pensador, Paulinho da Viola, Lenine, Marisa Monte, DJ Pogo e Rahzel, além disso participa frequentemente de eventos corporativos (FBB é um divertidíssimo Mestre de Cerimônias) e comerciais de TV.