Quando jovem, Juca Kfouri não pensava em seguir a carreira jornalística. Ele, de fato, gostava muito de esportes, mas não a ponto de se tornar um profissional do jornalismo esportivo, pelo menos naquela época. Preferia, no entanto, demonstrar seu talento e habilidade nas quadras de basquete jogando pelo Paulistano e enfrentando celebridades como Ubiratan e Wlamir Marques.

Começou a carreira em 1970, como pesquisador no centro de documentação da Editora Abril. Ainda na mesma editora, foi Diretor Editorial das revistas masculinas.

Em 1974, assumiu o cargo de chefe de reportagem da revista esportiva Placar, da qual foi também Diretor de redação.

Em sua área preferida, foi colunista dos jornais Folha de S. Paulo e O Globo, comentarista da Rede Globo e do SBT e um dos criadores e apresentadores do programa Cartão Verde, da TV Cultura.

Juca chegou a trabalhar também em outras emissoras de TV, como a CNT, onde apresentou durante 3 anos um programa de entrevistas (talk-show), fora da área esportiva.