Experiente, carismático e dono de uma forte personalidade, Felipão reconquistou a auto-estima do futebol brasileiro, tanto no cenário internacional quanto para os milhões de torcedores.


A brilhante campanha do Brasil na Copa do Mundo de 2002 certamente foi o título que consagrou o treinador.


Scolari conquistou credibilidade em quase todas as equipes que dirigiu. Para tanto, conduz seus elencos com “mão de ferro”, não se importando em sacar as tidas estrelas de suas equipes. Usa deste expediente para garantir a união e, consequentemente, obter sucesso nas equipes que dirige.


Conquistou inúmeros títulos, como 2 Copas do Brasil (1991 e 1998), 2 Taça Libertadores da América (1995 e 1999), 3 Campeonatos Gaúchos (1987, 1995 e 1996), 1 Campeonato Brasileiro (1996), entre outros. Foi considerado o melhor treinador da América do Sul em 1999 e 2002, e o melhor treinador do mundo em 2002.